Voz da alma

(Fran von Stuck: Beijo da Esfinge)

 


 


Uma voz…

Que ouço às vezes sem saber

Uma voz…

Que tem o som do bem querer

Uma voz…

Que muda meu destino e que me leva pra você

 

É a voz da alma

Que inunda minha boca

Que transborda os sentimentos

Que me faz te deixar louca

 

Voz emotiva

Que vem em forma de canção

Que não cala e não dá trégua

E canta em coro ao coração

 

Seu som é mudo

Mas ensurdece a qualquer um

Grita forte e entoa alto

Essa canção tão incomum

 

Descompassado

Coração não dá sossego

Pula e pulsa no meu peito

Se arrebenta, eu tenho medo

 

Paixão antiga

Foi o que me deixou assim

Machucado e arrependido

Agora eu vou até o fim

 

Não dá mais

Me perdoa por favor

Corro o mundo, largo tudo

Só não vivo sem você:

Meu amor…


Mário Castro

(as vezes da mesmo essa vontade de correr o mundo….

anda mais qdo "esse mundo" ja atravessou o oceano)

Anúncios

2 comentários sobre “Voz da alma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s